Arquivo da categoria ‘Manhã’

Vo6 não vão acreditar, vou dizer pro6, leiam isso…

  O lugar não era tão grande, porém distante. Logo que chegamos à frente do local percebemos uma enorme fila (pra “variar”) sem titubear fomos garantir nosso lugar. Conversamos com um dos funcionários e posteriormente uma das seis bilhões de pessoas nos explicou sobre o formato da exposição Seis Bilhões de Outr@s, que ficou por um tempo no MASP, e acreditem coube tudo naquele lugar.

  

Os jovens observaram muita coisa e de forma bem atenta, pois os detalhes eram a cereja do bolo, cada fala, cada gesto e cada reação permitiam reflexões e sensações variadas. Vários depoimentos de muitas pessoas de diversos lugares do planeta foram reunidos e colocados dentro de uma tela, eu vi!  Perguntas diversas foram feitas sobre coisas da vida e diferentes respostas foram ouvidas, mesmo que pra perguntas parecidas. Entre @s jovens rolavam comentários relacionado a reprodução do feito, da exposição ter multiplicação, mas do nosso jeito, com nossas próprias perguntas.

   Entre reuniões, formações e alguns pães, falaram para os filhos das mães sobre as experimentações. Chega.

   Assistimos alguns filmes, trocamos ideia pra saber como estávamos indo nas oficinas e discorremos bastante entorno das nossas expectativas. Além disso, pra não perder o costume continuamos explorando a terra da garoa, e dessa vez uma voz emitida por fones de ouvido dentro de uma ex-cela, lá no Memorial da resistência, onde a tal voz nos dizia que ali jaz um cenário de injustiças muitos morreram, outr@s cruelmente torturad@s, mas absolutamente tod@s resistiram contra um sistema repressor. As expressões faciais d@s jovens denunciavam a inquietação, as falas tremulas anunciavam a revolta, conversamos bastante sobre os jovens de hoje que ainda resistem, em meio a tanto sofrimento. Analisem algumas falas:

   “ Nossa, olha o tanto de tiro que aquele cara tomou do pescoço pra cima, eita! Olha a facada que ele levou.”

“Ô Renildo, foi preciso tudo isso morrer pra gente ter essa liberdade”?

“Que pena que o povo esquece rápido, parece que ninguém valoriza a vida…”

“Putz! nunca me imaginei sem tudo o q tenho, e muito menos deixar de fazer o q faço, cê é loko”.

  Foi uma exploração bem boa de bom, -bem. Bang! bang!   Bin! Bin! Laden,  laden de cá, laden de lá, lado leste, lá do Lost. deixa quieto. Rsrsrsrs! Obs: Ganho pouco, mas me divirto.

 

  

Pessoal, o Pico do Jaraguá continua lindo!  E digo isso por quê as turmas do PJUCCCF são testemunhas oculares disso que vos falo, ou melhor que vos escrevo (é o hábito). Ficamos o dia todo naquele lindo lugar, vimos, ouvimos e admiramos a fauna e a flora do parque, fizemos uma trilha maravilhosa, comemos um lanche não tão bom assim né, mas cumpriu a função. Ficamos sabendo da principal arma de ataque dos macacos, acredite se quiser isso pôs tanto medo no pessoal que tod@s evitaram ser atingidos, e tingidos também com aquela merda de ataque, e digo mais, se aqueles macaquinhos fizessem aquilo que o monitor falou sobre eles cagarem na mão e depois arremessarem nos outr@s,  se eles jogassem em mim, eu faria quase de forma extintiva o que muit@s fariam no meu lugar, rezaria pra eles errarem na mira, e talvez seja por isso que os monitores recomendam para não alimentar os animais, imagina se eles comerem algum lanche do Mc Donald, credo! isso seria terrível!!! E a arma deles mortífera.

 veja as fotos do dia!!

 No retorno pra casa foi tudo mais tranquilo, todo mundo tava cansad@ mesmo.

Anúncios

Turma da manhã na área!!!

Publicado: 29 de julho de 2011 em Manhã

Olá Maloquerid@s,

   Estamos na área e se derrubar é pênalti, ops! Desculpa pessoal, eu sei que falar de pênaltis por essas bandas de cá, não é lá boa coisa… Mas, não se esqueçam que,” vacilou é gol”!.

  O amor Versos VS a Guerra, quem tem fama? Quem te ama? Nesse mundo, nessa trama? Terra ama? Patiamama?

   Vai vendo, ouvindo e sorrindo, com o arrepio do seu corpo, e o coração sobressaindo de toca, da boca, que louca! Ô vida! Ô Lida! Ouvida, ou lida, Beleza? Você escolhe… Enfim, mais um capítulo dessa  filmenovelaseriadoreal  traumática, vou dizer PROCÊS,  bem  aqui nesse meio de comunicação, antes de mais nada  com licença para adentrar nesses próximos minutos com sua suave leitura, bem a altura do seu olhar, dito isso respire, Inspire isso ajuda na circulação sanguínea.  Aprecie sem moderação! 

   Vejam só pessoal, 30 jovens foram selecionados para o PJU turma manhã CCCF, onde as relações são institucionais, os prazos precisam ser cumpridos arrisca, e até o dado momento o trabalho segue sendo desenvolvido por pessoas, com pessoas e para  pessoas. Olha” nóis” aqui outra vez !!!

Brasil, meu brasil brasileiro, no cavaco e pandeiro, vou calçar os meus versos…para sempre caminhando e seguindo a canção, somos todos iguais braços dados com mãos.

Vem vamos embora que o buzão já vai sair, não podemos atrasar pra exploração ali. Conseguimos chegar de boa na estação, várias pessoas reunidas dentro daquele vagão, pedindo permissão, pra abaixar a sua mão, vejam só a um milhação, á dois milhação, até três

milhos na ação, ainda é superação, e no processo dessa fase chegamos ao destino certo, vários lugares do centro e outros aqui bem perto.

Esse pessoal preferem não andar na linha, principalmente se o trem estiver passando.

Uma Biblioteca fez parte do trajeto rumo a criação, bem ali em Guaianases, em frente as Causas Bahia, e a  entrada é bem ao lado de uma banca de jornal, onde vende A Falha De São Paulo. Chegando lá, nos apropriamos conosco mesmo daquele espaço.

Sabíamos que o encontro público estava perto, entendíamos a importância da participação de cada um e de tod@s dentro daquele processo. Enfim, juntamos tudo o que tinha na cabeça, tocas, bonés, cabelos e piolhos, além das ideias é claro, pois essas sim foram determinantes para a nossa apresentação e na construção coletiva, onde tod@s saíram satisfeitos com mais vontade de continuar no Programa.

  Foi bom mesmo, depois teremos vídeos da apresentação, não percam!!

  Enquanto isso tenha uma leve noção de como foi tudo isso, observe essa foto bem aí abaixo, essa galera sentada como parte do público tbm apresentou. A nossa mestre de cerimônia foi a Patrícia, e temos no palco alguns educadores. Inclusive “eu”

  Genial !!!                         Sensacional!!!                   Morfenomenal !!!

Olhe, vibre e analise, pois não te resta muita coisa…

O sorteio de ingressos para ver o Ronaldão ão ão pendurando as chuteiras, contemplou o Renildo (eu) e dois educandos Thiago e Karine. Vimos o jogo, tomamos a chuva, trememos de frio e, sobretudo curtimos pra caramba!!!!!

Nós estávamos bem perto do gramado, fizemos um vídeo e em breve o colocaremos…

Além disso, tiramos mais fotos olhem aí!

Os três jovens ao lado são da Zona Sul, Grajaú, PJU e firmezas!!!

Nesse momento a gente estava indo pra casa e exibindo a camiseta que ganhamos lá no estádio…

E foi bem bacana a noite desse dia!!!

Acreditem se quiser*

 Fomos ao CEU Lajeado e vimos uma peça muito interativa, eu inclusive assisti duas vezes, uma com a minha turma como de costume e outra com a turma do Vander, vejam! Conversamos com os atores no final, genial.

Todas e todos acharam a apresentação do pessoal muito boa.

      Fomos ao museu do futebol e conhecemos bastante coisa lá. No Memorial da América Latina não foi diferente, após algumas explorações continuamos tocando em frente e sempre compondo a nossa história.

Fizemos algumas reflexões,  produzimos alguns jovens (e não é vale a pena ver de novo, tipo “O Clone”) podem acreditar, a criação criou criaturas criando crianças, é mole?

  Concluímos a produção de um produto produzido por dúzias de jovens no campinho em frente ao espaço de atividades do CCCf.

17ª SEMANA – TURMA DA MANHÃ.

Publicado: 20 de junho de 2011 em Manhã

16ª SEMANA – MANHÃ.

Publicado: 20 de junho de 2011 em Manhã

Pois bem galera, depois de 2 semanas hiper agitadas chegamos em um momento importante do PJU: FAZER NOSSA AVALIAÇÃO DO PJU, DE NOSSA PARTICIPAÇÃO E A ATUAÇÃO DO PJU EM NOSSAS VIDAS. Com certeza um momento de concentração e análise do que foi prazeroso, aquilo que não foi o esperado ou planejado e principalmente o que FICOU DESTE PROCESSO até aqui desenvolvido.

“Mas CHE, o que é uma AVALIAÇÃO???”

“É pra dar notas no que fizemos? Se for assim será bem complicado.”

…E como é complicado dar nota, avaliar nosso comprometimento com nós mesmos, com o PJU e com a VIDA, com nossos sonhos e vontades. Talvez este processo exija uma certa pontualidade: O que foi impactante? O que não foi tão impactante?

No primeiro dia desta semana a concentração foi em cima do Encontro Público, apontamos nos subgrupos 3 momentos fortes e 3 momentos fracos do Encontro Público.

Em cima das falas e registros da galera, o que ficou forte na fala dos/as jovens foram:

  • as apresentações de Teatro (Turma da manhã do CCCF), 
  • vídeo da galera do IPJ (Turma da Tarde) 
  • e é claro a nossa apresentação que teve música, poema, vídeo e muita alegria por parte da galera… 

Agora, falando do que não foi tão forte assim partimos de uma situação que aconteceu com uma jovem do CCCF com outra jovem de outra ONG.

A situação foi: Desentendimento Pessoal.

As jovens ficaram se olhando, se encarando mas ainda bem que não foi além disso. Porém foi uma situação que ocasionou um certo desconforto na turma.

Sendo assim falamos, outra vez, do Comportamento que temos ou deveríamos ter em situações como estas. A jovem da nossa turma reconheceu que exagerou em seu comportamento e reviu que:

“Se partíssemos pra agressão, não seria resolvido nada, apenas ocasionaria uma situação de conflito pior do que o esperado…”

Depois desta avaliação e das questões discutidas em grupo vimos que o mais importante não era revidar mas sim tentar evitar qualquer tipo de confusão. Agora um momento super importante pra galera: eis que informei pra galera algo inesperado – na verdade muito esperado por todos/as os/as jovens do PJU de ambas as turmas.

A BOLSA…

"MAS ELA CAIU DA ONDE???"

Isso mesmo…

“Mas, dá onde ela veio?”

Pois é, sem querer saber muito de onde ela veio a pergunta foi clara dos/as jovens:

“Ela já está em nossa conta?”

E a resposta foi: SIM!!!

A galera gritou, alguns não acreditaram, outros queriam saber quando poderia pegar a grana no banco, em qual banco seria a retirada da grana…

Enfim, a galera PULOU MUITO DE ALEGRIA e de satisfação de ver o “Combinado” sendo comprido, com um grande atrasado mas estava sendo comprido. Informei pra galera que a carta seria entregue somente na Quarta Feira na presença da Coordenadora Patrícia pra, se houver dúvidas, pra tirar com ela.

FELIZES COMO NUNCA...

No dia seguinte de encontro foi entregue as cartas para a turma e logo após dispensamos a turma, motivo: Pra retirarem a Bolsa do Banco, e achamos legítimo fazer esta ação, pois em quanto equipe víamos na fala dos/as jovens a importância que a grana teria em suas vidas e principalmente em suas ações…

Pra finalizar nossa semana de atividades fomos RE-EXPLORAR um local que aparentemente, é muito importante pra Juventude e principalmente pra Comunidade da Zona Leste, a nossa Fábrica de Cultura. Nós ficamos esperando a comunicação do espaço conosco, mas como não houve este contato a turma decidiu, juntamente comigo a oportunidade de irmos explorar POR COMPLETO O ESPAÇO. A única coisa que atrapalhou entre “” foi o frio e a chuvinha que caia sobre nossas cabeças. Mesmo assim fomos e RE-EXPLORAMOS o espaço.

A única coisa chata foi que não levamos câmera fotográfica pra deixar registrado a nossa 2ª ida a Fábrica de Cultura da Vila Curuça. Jd. Robrú e Adjacências…

EIS A FACHADA DA FÁBRICA DE CULTURA.

Mesmo assim não deixamos de conhecer o espaço, fomos divididos em duas turmas e ambas conheceram o espaço. Pudemos inclusive participar de um Bate Papo com um dos educadores que trabalha nas Oficinas de Capoeira e Danças Afro-Brasileiras. Uma turma conheceu o almoxarifado do Espaço onde estavam os equipamentos novinhos em folha pra serem utilizados nas oficinas de música. Realmente foi um momento rico pra turma poder conhecer mais afundo o espaço e ver, de fato, as possibilidades de entrar no espaço e participar das atividades que ele oferece pra comunidade.

Em uma conversa com a Luciana, que é umas das coordenadoras da Fábrica de Cultura foi a possibilidade de marcarmos um encontro com os/as funcionários/as dos espaço juntamente com a comunidade e com as Juventudes que se encontram entorno do espaço pra ouvir sugestões, críticas, realizar um Planejamento em conjunto com as pessoas que dali podem usufruir.

Sobre a Bolsa??? Bom, nem preciso falar o quanto foi bacana ver a felicidade da galera e principalmente da autonomia que eles/as tomaram em ir aos bancos sozinhos e pegarem seus direitos, a GRANA. Talvez, e acredito muito nisso, a bolsa dará um gás na turma. Pelo jeito era somente isso que faltava pra que realmente eles/as acreditassem que o PJU era realmente o que eles ouviam falar. E por falar em falas…

“Demorou muito mais chegou, graças a Deus. Não estava mais aguentando…” Rafael;

“Agora posso dar entrada no meu Video Game, mas to pensando no que vou fazer com ele (grana)” Erivaldo;

“Agora a coisa vai pra frente, vou ajudar um pouco em casa e depois verei o que vou fazer.” Jéssica;

“Nem sei o que vou fazer…” Verônica.

O importante mesmo é que a turma receberá a grana e pagará uma PIZZA pra equipe: CHE, Patrícia e Renildo.

Não é mesmo???

Abracios, fui.

Vander Clementino Guedes – CHE

Educador da Turma da Tarde.

15ª SEMANA – TURMA DA MANHÃ.

Publicado: 18 de junho de 2011 em Manhã

14ª SEMANA. TURMA DA MANHÃ.

Publicado: 17 de junho de 2011 em Manhã

13ª SEMANA – MANHÃ.

Publicado: 24 de maio de 2011 em Manhã

12ª SEMANA – MANHÃ.

Publicado: 24 de maio de 2011 em Manhã

11ª SEMANA – MANHÃ.

Publicado: 24 de maio de 2011 em Manhã